O seu cérebro : um guia para um desempenho otimizado

Alvin Soon é um coach de desenvolvimento pessoal e o fundador do blogue “Life Coaches”. O seu cérebro não é apenas um massa cinzenta esponjosa. De facto consegue utilizá-lo para muita coisa,  como seja, manter-lhe vivo. Poderá não sabê-lo, mas para o cérebro  é: ou o usa ou o perde.

 O seu cérebro : 2 formas clássicas de o perder

1)      Stress. Stress tem-se mostrado não só como um elevado risco de saúde, mas também pode emperrar o seu cérebro, fazer com que pare a reprodução de células, e até torná-lo  fisicamente mais pequeno e torná-lo a si mais limitado.

2)      Não usá-lo. Continua a acreditar no antigo mito que o seu cérebro não produz novas células e que você não pode impedir que a sua memória desvaneça com a idade? Acredite outra vez. Afinal de contas o seu cérebro é com o seu bíceps, quanto mais usa,  maior se torna mesmo com o envelhecimento.

O seu cérebro: Como otimizar o seu desempenho

Agora que sabe que stress (e emoções negativas) podem retardar o desempenho do seu cérebro, eque a flata de estímulo aos seus neurónios pode deixar os seus músculas cerebrais enfraquecidos, o que pode fazer para estimular ao máximo o seu cérebro?

1)      Comer bem! Certo que eu e vocês ambos sabemos isto. Enquanto existem mais dietas que algum de nós possa experimentar  , a maioria concorda que mais do que qualquer outra coisa, vegetais e fruta é que são bons. Um cappuccino não é uma fruta (bolas).

 2)      Trabalhe esse corpo. Faz bem ao cérebro & é bom para o corpo.  Tem sido apontado desde há muitos anos e eu e você conhecemos os seus benefícios, por isso chega de “conversação” e mais “transpiração”. Alongue, faça cardio e musculação pelo menos  três vezes por semana.

3)      Desafie o seu cérebro.  Puxe por ele e deixe-o crescer. Mesmo  quando os cérebros dos animais são danificados, depois de colocados em ambientes enriquecedores onde eles podem brincar e aprender, os cérebros são capazes de crescer e se repararem a si mesmos.

Aprendam novas coisas, aceitem novos desafios, aprendam uma nova língua, um novo instrumento, sudoku, jogue jogos, aprendam física quântica, supere-se!

4)      Dissolva esse stress. Para além do destruidor de cérebro , para não mencionar a má sensação que causa, desenvolver a sua capacidade  para lidar como stress de forma suave é uma mais valia para todos.

De acordo com  Robert Sapolsky, pessoas que lidam bem como stress são otimistas, tomam iniciativa para fazer o que podem, veem as coisas como elas realmente são e não totalmente desproporcionadas, têm amigos e família  a quem podem recorrer e serem apoiados. (mimos e abraços, queridos!)

 5)      Obtenham mimos e abraços! (siglas inglesas TLC, tender loving care)! Sim, leu bem. Obter mimos e abraços não só é bom mas também tem benefícios físicos para o seu cérebro. Os ratos que receberam mimos , não só viveram mais , mas também os seus cérebros continuaram a crescer. Obtenha o seu abraço hoje, digam às pessoas que faz bem ao cérebro. Abraçosz!

O seu cérebro: É seu, ponha-o em forma, torne-o ferozmente capaz

 O seu cérebro: Não está ali só para parecer bonito. Trate-o bem, alimente-o bem, exercite-o , liberte o fardo e dê-lhe algum amor e em vez duma bicicleta velha e desgastada  transforme-o num estridente e brilhante Ferrari na pista.

Fonte: LifeCoachesBlog.com